25 de jun de 2014

Filme: A Culpa é das Estrelas


A Culpa é das Estrelas
Josh Boone
Romance, Drama
125 minutos
    
Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters, um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

Como era de se esperar, não consegui gostar do filme. Não gostei do livro, mas não gostei ainda mais do filme.

Senti falta de muitas coisas no livro, que não houveram no filme, como a Hazel falando para a sua mãe deixar ela dormir mais um pouco, pois o médico falou que "dormir ajuda a curar o câncer", a Hazel assistir V de Vingança com o Gus e ele comparar o tanto que ela era bela quanto a Natalie Portman, de o Gus e Hazel terem vendido o balanço que fez parte da infância de Hazel e nunca conseguiria imaginar o Peter Van Houten, como um senhor magro e bem vestido.

Apesar de faltar muitas coisas no filme que tinham no livro, o filme se tornou totalmente fiel ao livro aos principais fatos, deixando alguns deslizes passarem, como a caixinha de ovos que a Hazel comprou para atirar no carro da ex namorada de Isaac, era rosa, e no filme foi amarela, (sim eu reparei nisso), A Hazel não encontrava a carta do gus assim tão fácil e o filme que eles olharam no caminho para Amsterdã era Alien vs Predador, e no livro eles estão olhando 300 de Esparta.

Em relação aos atores, eles encorporaram muito bem o papel das personagens. Fizeram uma boa atuação, realmente dava para imaginar eles interpretando as personagens com as personalidades do livro e etc, em relação as interpretações dos atores não tenho reclamação alguma, eles conseguiram transparecer uma emoção muito grande para o filme.

Minha avaliação final é: 3,5/5,0. Não foi um filme péssimo, mas também não foi nenhum pouco ótimo, foi um filme regular, poderiam ter caprichado em muitas coisas, porém achei os cenários belíssimos, principalmente a parte de que eles foram para Amsterdã, mas foi incrível como imaginei a casa dos coadjuvantes no livro era exatamente como estava no filme e eu achei isso incrível, cada detalhe e os quadros da casa do Augustus, mas eu tinha imaginado o porão do Gus um pouco menor.

Cenas e Trailer










Oi gente! Desculpem pelo chá de sumiço, mas tenho trabalho muito e estudado o dobro, porém semana que vem já é as minhas férias e tenho uma grande novidade! No mês que vem haverá resenha de 3 autores parceiros do blog! A Liége T, o Marcelo Hipólito e Paulo Levy, ansiosos? Eu estou bastante, e haverá bastante novidades em relações a games e filmes também no mês que vem, aguardem!

11 comentários:

  1. Oh, Deus, necessito urgentemente assistir o filme de ACEDE. Adorei tua resenha do filme :)
    Beijos || Unlocked Land ❤

    ResponderExcluir
  2. Eu nem gosto de TFIOS, mas ainda não li o livro. Porém não quero ler também. Nem assistir o filme. Assistira talvez pelo romance, mas como o Gus morre eu ficar muito ressentida e por isso não assistirei.
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhe o filme, é só não se apegar na história, eu acabei não gostando do livro e eu até nem criei tantas expectativas quanto ao filme, e no final, acabei nem chorando no filme quando o Augustus morreu (fui a única a sair do cinema sem chorar no dia). XD

      Excluir
  3. Eu gostei muito do livro, porém ainda não vi o filme! Tinha ouvido só coias boas dele, até agora haha Mas, acho que como é uma adaptação temos que aceitar que algumas coisas, pequenos detalhes, vão mudar. Mas, que bom que você achou que os atores cumpriram bem os seus papéis!
    Beijos!
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, tenho criado polêmica desde que eu lancei a resenha do ACEDE aqui no blog ehuehe, mas adaptações cinematográficas sempre dão mancadas, estou até acostumada, mas fazer o que, pelo menos os autores cumpriram realmente com os seus papéis! D:

      Excluir
  4. Não estou empolgada para assistir o filme, sua resenha é realmente inspiradora SQÑ . Acho que os acontecimentos do livro estão muito vivos em minha memória, o que acabaria me transformando em um monstro, se é que me entende?! Não consigo ler/assistir logo em seguida e pra ser sincera odeio adaptações cinematográficas, sempre me desanima em algum momento.
    Sua resenha me deixou com o pé mais atras então não sei se realmente quero ver esse filme, mas quem sabe em 5 ou 6 meses?
    Tenha uma ótima tarde. Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que aconteceu comigo sobre o filme, eu acabei não gostando do livro, mas a história para mim, foi destruída no filme, nesse caso, eu não recomendaria você olhar o filme, como eu também sinto que eu não deveria ter olhado o ACEDE e sim teria ido olhar Como Treinar seu Dragão 2 D:

      Excluir
  5. eu também não gostei muito do livro, estou apostando minhas fichas no filme que ainda não assisti espero que o filme seja melhor que o livro! adorei sua postagem sobre o filme!

    ah já estou lhe seguindo!!

    http://voceeoquele.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acabei não gostando do livro e do filme, mas gostos são gostos, vai que você gosta do filme, né? XD

      Excluir
  6. Quando eu li pela primeira, e pela segunda, e talvez pela terceira vez - há muito, muito (mas não tão muito) tempo atrás, eu achava o livro mil maravilhas e tal. E todos diziam "oh, ACEDE foi perfeito" sobre o filme. E eu pensei "preciso assistir ao filme". E quando assisti me deu aquela sensação de "nem foi tudo isso" e tal, e eu percebi que apesar de ser um livro bonitinho de belas citações não tem algo que o faça tão especial ou a oitava maravilha do mundo e sei lá. Eu concordo com a sua nota. E poxa, você é super detalhista! Não me lembro dessas coisas que citou rs. Mas tipo, Amsterdã é um cenário dos sonhos, não? Melhor parte, fora os créditos <3
    P.S. Também achei nada a ver aquele Peter.
    Bye

    palavrasincessantes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Não li o livro mas quanto ao filme achei sem graça e forçado demais.

    ResponderExcluir

● Comente algo relativo ao post;
● São permitidas sugestões de incentivo;
● Gosto de críticas construtivas e etc;
● Xingamentos serão totalmente ignorados e excluídos;
● Retribuo comentários. Deixe o link do seu blog no final do seu comentário na postagem.